quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

As cidades industriais e a vida operária

 Do campo para as cidades
Para os trabalhadores, a mudança para a cidade significou a adoção de novos hábitos, que se chocavam com as tradições comunitárias e familiares que aproximavam os moradores do campo. Nos centros urbanos, as festas religiosas, os casamentos, os festivais da colheita, ocasiões que garantiam o contato e a solidariedade entre as pessoas, desapareceram ou foram limitadas pelas longas jornadas de trabalho estabelecidas nas fábricas.

4 comentários:

  1. É MUITO IMPORTANTE QUE AS PESSOAS SAIBAM A VERDADE.COLOCANDO ASSIM UM PONTO FINAL NA EXPLORAÇÃO DE TRABALHO INFANTIL.

    ResponderExcluir
  2. Hoje as pessoas tem liberdade de expressar-se.isso é muito bom!

    ResponderExcluir